domingo, 8 de setembro de 2013

GIF: Zac Efron














Zac Efron... Ele já foi meu namorado, sabiam? Foi meu namorado em muitos pensamentos, mas tinha a Vanessa Hudgens querendo ele... Bons tempos aqueles... Tudo era tão mais simples... Quem era o seu namorado na sua época Disney (acho que todo mundo já teve sua fase Disney, não?)?


Radio-Friendly Pop Song

Matt Fishel
Radio-Friendly Pop Song

It's a pleasure to meet you, my friend
Come take a seat at my desk
I gotta tell ya kid
The whole team is more than impressed
Your melodies and soar all of your chor uses shine
The lyrics are sound and your voice is fundamentally fine
But face it if you wanna make it onto radio
Kid you gotta do as I say
Change all the hims into hers
And just don't tell the world that you're sh...

Happy to help take my card
Please think about what I've said
Do, do, do, do, do, do, do, do
But this is an industry where people make many so your art has to sell
Blah, blah, blah, blah
And you should never seek to challenge an audience
They buy what they're told and we never get it wrong
Go write a nonoffensive tasteful conventional song
Like this one

Girls like boys and boys like girls
And that's the way it should be
Forever

Welcome to tinseltown
Kid I'm gonna make you a star!
You got the fire in your gut and everything that you need to go far
You're a talented guy
You could shake Hollywood to the ground
And with us on your side, plus your look
You're gonna conquer this town
But face it if you wanna break into this business kid you gotta play the part
And you'll never play a leading man if you let onto your fans the truth about who you are
Just remember that

Girls like boys and boys like girls
And that's the way it has been
Forever Yeah

Girls like boys and boys like girls
And that's the way it will be
Forever

On the radio in hollywood
On the TV shows for the greater good
Oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh...
He said "think about the children!"
Think about the children.

You wanted me to write a hit to record for the radio
Are you never gonna get it?
The kids already know

Some girls like girls
Some boys got a boyfriends
I like guys and they like me
We hold hands, make out, and do all the things that lovers do

Some girls like girls
Some boys got a boyfriends
I like guys and they like me
We hold hands, make out, and do all the things that lovers do

Girls like boys and boys like girls
And that's the way it has been
Forever Yeah

Girls like boys and boys like girls
And that's the way it will be
Whatever

Descoberta


    Então, acho que ainda não falei sobre como foi a minha infância aqui. A coisa de se descobrir gay e tal. Então, vamos lá...
    Eu me lembro que quando era criança, antes de dormir, ficava imaginando como seria a vida perfeita (coisa que eu faço até hoje, só que hoje em dia eu faço isso enquanto estou acordado também)... Lembro que nessa vida perfeita eu sempre era uma garotinha... Era estranho me imaginar como um garoto na vida perfeita...
    Nunca tive essa coisa de conflito interno, de sofrer por ser o que eu sou. Demorei um tempo para aceitar que eu era um garoto, pra me ver como um garoto na vida perfeita.
    Sempre que ouvia falar de gays era do pior jeito possível, sempre de forma pejorativa. A imagem de gay que eu tinha quando era criança e a imagem estereotipada que todo mundo tem... o carinha exagerado e cheio de trejeitos que se joga sobre qualquer um homem... Mas eu não era daquele jeito. Até cheguei a pensar que com o passar do tempo eu ficaria daquele jeito... Isso era apenas falta de informação (um mal que acomete o mundo todo)...
    Não vou mentir, por muitas vezes (quando acreditava em Deus) rezei pedindo para que ele me desse peito, para que fizesse de mim uma garota... mas isso nunca aconteceu... Depois que eu descobri, com 14 anos, que apesar das pessoas dizerem que era anormal, é normal pessoas do mesmo sexo se gostarem... Foi ai que um mundo se abriu para mim... um mundo no qual para ser perfeito eu não precisaria ser uma garota ou me vestir como uma... Parece besteira, mas foi uma grande libertação saber que eu não era o único no mundo...
    E com vocês, como foi? Teve historinha triste? A minha ainda não acabou, ainda não tive coragem de dizer para o mundo que sou o que sou (e gosto de ser como sou. Jamais pediria para nascer novamente não sendo como e quem eu sou... bem, eu mudaria minha aparência, mas não a minha essência)...

    Lembro que quando eu era pequeno minha mãe me levou ao psicólogo... ela devia achar que homossexualidade é doença... Lembro que em uma conversa a psicóloga pediu para que eu desenhasse um menino e uma menina... O menino estava triste e a menina estava feliz... ela nunca me disse do que se tratava, mas depois de um tempo acho que descobri porque ele estava triste e ela estava feliz...