sábado, 30 de agosto de 2014

Calum Hood Naked/Pelado

    Não, pessoas. Eu não vou colocar a foto de um cara pelado aqui... Como eu disse quando criei o blog (ou pensei em dizer): esse lugar não é para postar esse tipo de coisas... Pra dizer a verdade nem sei quem é Calum, fiquei sabendo que existe essa semana. Bem, sei que ele é de uma banda (que não me agrada) chamada Five Seconds Of Summer (Vi uma apresentação bem zZ no VMA desse ano)... Anyway... Só estou colocando isso aqui para que os interessados saibam... É só jogar no google...

Votar...


    Vamos falar de uma coisa séria?
    Bem, eu sei que as pessoas não gostam de falar de política, e eu entendo muito bem os motivos para não gostarem disso. Já fui um desses. Mas tem uma coisa que meu professor sempre diz, e que faz todo o sentido: “Pessoas que não gostam de política acabam sendo dominadas por pessoas que gostam.”
    Bem, esse ano estou achando bem difícil encontrar um candidato. No momento penso em votar em branco. Talvez eu mude minha opinião. Mas o que eu quero dizer é que façam o voto de vocês valer a pena (sim, quem está dizendo isso é a pessoa que disse que pretende votar em branco). O que quero dizer é que antes de votar nas pessoas (por dinheiro ou por promessas) avaliem bem as propostas dos candidatos e as coisas que eles já fizeram. Vejam a postura deles.
    Não estou aqui para fazer campanha para nenhum candidato, porque eu não ganho para isso e o blog não foi feito para isso. Mas posso usá-lo para tentar conscientizá-los. Talvez eu nem seja a pessoa certa para isso, mas vamos lá.
    Uma coisa que eu faço desde a última eleição para presidente é olhar as propostas dos candidatos. Temos que ver o que é melhor para o país e melhor para a gente... No meu caso eu sempre olho muito o que os candidatos pensam em relação aos homossexuais (porque é uma coisa que me afeta diretamente. Não que as outras coisas não afetem. O grande problema é que não quero caminhar para trás nessa luta grandiosa que vem sendo travada há muito tempo).
    Pronto, agora parece que eu estou fazendo campanha... Não estou, juro que não. Até porque ainda não decidi em quem votar.
    Bem, acho que falei tudo o que devia, e o que não devia.
    Votem com consciência, lembrem-se de que o seu voto vai deixar uma pessoa no poder por anos...

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Opção/Orientação/Condição


    Um post para esclarecer uma coisa que eu pensei que já estava clara para o mundo. É até chato falar sobre isso, uma coisa batida. Mas infelizmente se mostra necessário.
    É comum que pessoas leigas pensem que a homossexualidade seja uma questão de escolha. Não acho que seja uma coisa certa, mas isso é apenas um mal que a falta de informação aliada ao preconceito consegue gerar.
    Só que ouvir tal tipo de coisa se torna meio inaceitável em um ambiente universitário, não? Um lugar que é tido como um lugar de pessoas cultas, o lugar no qual a elite intelectual de um país é formada. É de se esperar que as pessoas hajam de acordo com o ambiente, não?
    Bem, o que eu ouvi hoje? (E me deixou indignado)...
    Uma pessoa dizendo, durante uma aula de antropologia, que ser gay era uma escolha. O lado bom foi que a professora deixou bem claro que isso não acontece...
    Muitas vezes o termo “opção sexual” foi usado, mas logo a professora veio com o termo “orientação sexual”... É melhor do que o “opção”, mas eu não gosto dele também. Quando ouço orientação eu fico com a impressão de que foi algum conselho, alguma coisa sugerida, por alguém. O que não acontece. Quanto a opção eu acho que nem preciso dizer muito, não é? Me apresente o heterossexual que escolheu ser hetero e eu mudo a minha opinião em relação a isso.
    Não me lembro de ter me deparado com algum questionário perguntando se eu queria ser heterossexual ou homossexual.
    Bem, o termo que eu gosto de usar quando falo da minha própria sexualidade é o “condição sexual”... Não foi uma escolha, nem uma orientação... É uma condição, o jeito que eu nasci. E embora muitos não acreditem: é imutável.

    Será que agora ficou claro? Acho melhor repetir, não? Em muitos cursos de inglês eles usam a repetição para que os alunos aprendam: Então vamos lá, classe:

    -Opção sexual não existe... (Quando foi que você escolheu ser heterossexual/homossexual?)
    -Orientação sexual não é tão errado quando “opção sexual”, mas não soa como algo certo... (Quem te orientou a ser homossexual/heterossexual?)
    -Condição sexual é o melhor... (pelo menos na minha opinião).

    con.di.ção sf 1. Estado, situação, circunstância (de uma pessoa ou coisa). 2. Classe social. 3. Base fundamental. 4. Distinção. 5. Exigência feita para a realização de certos atos, negócios, etc.

    op.ção sf. 1. Ação ou faculdade de optar; escolha. 2. O objeto da escolha.

    o.ri.en.tar vt. e (p.) 1. Situar (-se) em relação aos pontos cardeais. 2. Guiar (-se), nortear (-se). 3. Dirigir (-se), encaminhar (-se). 4. Aconselhar (-se) na solução de um problema > o.ri.en.ta.dor adj. e sm.

domingo, 17 de agosto de 2014

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (The Way He Looks)


    "Leo é um adolescente cego que, como qualquer adolescente, está em busca de seu lugar. Desejando ser mais independente, precisa lidar com suas limitações e a superproteção de sua mãe. Para decepção de sua inseparável melhor amiga, Giovana, ele planeja libertar-se de seu cotidiano fazendo uma viagem de intercâmbio. Porém a chegada de Gabriel, um novo aluno na escola, desperta sentimentos até então desconhecidos em Leo, fazendo-o redescobrir sua maneira de ver o mundo novo para a vida dele."

    Nota que eu dou para o filme?
    Em uma escala de 0 à 10 eu dou um oito.
    Eu gostei muito do filme. Gostei por ser uma coisa simples, a descoberta de algo. Gostei da atuação dos atores e da qualidade do filme... Parece que estou brincando de crítico de cinema... Só não dou dez pq fiquei com a sensação de que estava faltando alguma coisa quando o filme acabou. Talvez seja aquela sensação que apenas as coisas boas nos fazem ter. A sensação de quero mais.
    Esse é um filme que eu super indico... E tem um lado super legal também na divulgação do filme que é o DVD pirata oficial. É um DVD que possui apenas o filme e custa dez reais.
     O filme é baseado em um curta chamado "Eu não quero voltar sozinho"... Ainda não assisti. Se alguém souber onde encontrar, um link qualquer, coloque nos comentários.
    O que acharam do filme? Deixem comentários dizendo...