terça-feira, 1 de abril de 2014

Top 7: #AvrilLavigne

Primeiro Top 7 do ano...
O álbum da vez é o Avril Lavigne (quinto álbum de estúdio da Avril Lavigne). Sou bem suspeito na hora de falar da Avril Lavigne, sou um grande fã. Fazer esse top sete vai ser bem difícil, mas vamos lá...

1º - Give You What You Like

    Coloco essa música em primeiro lugar porque, pelo menos na minha opinião, trás um certo amadurecimento. É uma música completamente diferente das coisas que ela já fez. Não tem aquela preocupação em compor músicas que vão virar hits. A grande preocupação é fazer músicas legais e esse música é ótima.

2º -Let Me Go

    Nessa música ela canta com o marido (Chad kroeger).
    Foi a primeira música que eu gostei no CD. Sou um grande fã de duetos. As veze nem gosto da música pela letra, mas sim pela melodia. E essa música te conquista.

3º - Hello Heartache

    Só agora percebi que estou selecionando apenas as músicas mais lentas do CD. Relaxa que daqui a pouco vem as mais agitadas. Escolho essa música porque ela tem sido uma grande companheira nos momentos tristes (que tem sido muitos). Sabe aquela música que você coloca pra tocar e fica pensando na sua vida? Hello Heartache é uma dessas.

4º - Falling Fast

    Mais uma música lentinha pra colocar a cabeça no travesseiro e pensar na vida. Essa é uma das minhas favoritas enquanto estou perdido nos meus devaneios dentro do ônibus. A mente vai longe.

5º - Bad Girl

    Falei que tinha músicas agitadas nesse Top 7, não falei? Essa é uma música agitada. Uma parceria com o Marilyn Manson. Bem, a letra da música é a mais saidinha do novo álbum. Bem bad girl. Porque eu gosto dessa música? Sou um grande fã de músicas agitadas. Gosto da guitarra.

6º - Hush, Hush

    De volta às músicas lentinhas...
    Essa é a última música do álbum. Um bom jeito de fechá-lo. Se quiser um fundo musical para pensar em uma relação que não deu certo essa é a música. Digo isso porque quando eu era mais novo gostava de trilha sonora para chorar. Minha música de chorar era "Here Without You"...

7º - Hello Kitty, Here's To Never Growing Up, You Ain't Seen Nothing Yet, Rock'n Roll

    Sim, eu trapaceei.
    Não poderia deixar essas músicas fora do top 7.
    Hello Kitty entra porque... Caramba, a Avril fez uma música chamada Hello Kitty e me fez querer dançar ouvindo essa música. É especial, não? Eu nem danço.
    Here's To Never Growing Up entra por ser meio que um hino. Não sei porque, mas vejo a música assim. sabe, a música perfeita para tocar em bailes de formatura (Tô meio baseado no clipe da música)
    You Ain't Seen Nothing Yet entra porque essa é a música chiclete que você vai se pegar cantando sem nem mesmo perceber. E vai se perguntar: "De onde eu tirei essa música?"
    Rock'n Roll entra porque... Pq é Rock'n roll, bitches... kkk's...

Esse top 7 foi bem divertido. Quero fazer mais parecidos com esse.

    Faixas do álbum "Avril Lavigne"

01 - Rock'n Roll
02 - Here's to Never Growing Up
03 - 17
04 - Bitchin' Summer
05 - Let Me Go (feat. Chad Kroeger)
06 - Give You What You Like
07 - Bad Girl (feat. Marilyn Manson)
08 - Hello Kitty
09 - You Ain't Seen Nothing Yet
10 - Sippin' on Sunshine
11 - Hello Heartache
12 - Falling Fast
13 - Hush, Hush

    Enjoy it... O CD é muito bom...

Avril Lavigne
Hello Heartache

You were perfect
I was unpredictable
It was more than worth it
But not too sensible
Young and foolish
Seem to be the way
I was stupid
To think that I could stay
Oh, oh, to think I could stay

Goodbye, my friend
Hello heartache
It's not the end
It's not the same
We should didn't have to be this way
But you and I will spin the world to make love
Goodbye, my friend
Hello heartache
Hello heartache

I was champagne
You were Jameson
Every bad thing
We did was so much fun
I've seen your best side
You got to see my worst
It's not the first time
But this one really hurts
Oh, oh, yeah, this one's gonna hurts

Goodbye, my friend
Hello heartache
It's not the end
It's not the same
We should didn't have to be this way
But you and I will spin the world to make love
Goodbye, my friend
Hello heartache

Do you know? Do you get?
It's just goodbye, it's not the end
Do you know? Do you get?
It's just goodbye, it's not the end

Goodbye, my friend
Hello heartache
It's not the end
It's not the same
We should didn't have to be this way
But you and I will spin the world to make love
Goodbye, my friend
Hello heartache
Hello heartache

We should didn't have to be this way
But you and I will spin the world to make love
Goodbye, my friend
Hello heartache

#NinguémMereceSerEstuorad@!

#NãoMereçoSerEstuprada

    Tenho visto muita coisa sobre o assunto e essa é uma causa que eu apoio muito.
    Então quer dizer que o simples fato de uma mulher andar de saia curta dá ao homem o dieito de fazer o que quiser com o corpo dela ignorando a sua vontade?
    O problema não é a roupa que a mulher veste, é a mentalidade do homem. A sociedade é machista e tem o péssimo hábito de jogar a culpa das coisas em outra pessoa. Os estupradores são os criminosos, mas as mulheres acabam recebendo a culpa pelo simples fato de serem mulheres.
    Li hoje mais cedo uma página de muito mal gosto dizendo que se as mulheres não denunciam é porque elas gostaram e se denunciam estão inventando mentiras.
    É tão vergonhoso ver que em pleno século XXI as pessoas pensem desse jeito, não? É uma coisa digna de Idade Média. O tempo passou mas a mentalidade das pessoas parece estar regredindo. A próxima coisa que veremos nas ruas serão "homens" puxando mulheres pelos cabelos.
    Que tal fazermos uma petição agora? Um castramento químico para os estupradores e pedófilos?
    Esses homens estúpidos que ficam defendendo o estupro se esquecem que eles tem irmãs, mães... ou que eles mesmos podem ser alvo de estupradores (tem que falar isso porque o ser humano só começa a pensar no assunto quando percebe que aquilo vai afetar sua própria vida. Se é com a dos outros eles ignoram).
   

Eli Lieb



    Conhecem o Eli Lieb?
    Conheci no começo desse ano e me apaixonei.
    Estava procurando por covers (sou apaixonado por covers... That's why I love Boyce Avenue). Encontrei um vídeo de um cara cantando "Wrecking Ball", nunca tinha visto um homem cantando essa música... Apaixonei na mesma hora... ouvi várias vezes, baixei a música e então fui olhar o canal do próprio...
    Lá encontrei um clipe chamado "Young Love" (o tema do clipe é gay)... Se eu tivesse procurando por um clipe com essa temática não encontraria.
    É mais uma das músicas que eu indico...
    Depois de uma pequena pesquisa sobre a vida do cantor vi que ele é abertamente gay. Esses cantores (Eli Lieb, Matt Fishel, Ellen Page, Raven Symonè...) me inspiram. Tipo, tem mil pessoas olhando para eles, julgando e eles optam por serem eles mesmos sem esconder algumas partes.
   

"Eu me sinto bem assim!"

    Sentiram minha falta?
    Última postagem em dezembro, voltando só agora em abril. O que eu posso dizer? São sempre as mesmas coisas: computador com defeito, internet discada (sim, 2014 e eu ainda uso a internet discada... situação crítica)...
    Bem, esse não é o tema do post.
    Hoje me peguei pensando em alguns dos meus preconceitos. Eu tenho tentado crescer como ser humano. E um jeito que encotrei de fazer isso é repensando meus preconceitos.
    Sou gay, mas como muitos gays olhava para os gays espalhafatosos com péssimos olhos. Era um dos que diziam: "Tudo bem ser gay, mas não tem necessidade disso."
    Hoje me dei conta do quão ridículo eu estava sendo por todo esse tempo. Eu não posso pegar pensamentos meus e querer que as pessoas ajam de acordo com eles. Cada ser humano é único. As vezes não é uma opção conseguir esconder algo (que nem deve ser escondido porque não é ilegal).
    Cada pessoa é de um jeito. Eu me sinto bem sendo gay e me vestindo com roupas masculinas. Mas tem muitos gays por aí que não se sentem bem com isso. E quem sou eu para julgá-los? Quem sou eu para dizer que estão errados?
    Ouço muita gente dizendo que eles estão querendo ser outra coisa. Dizem que Deus os fez de um jeito e eles estão indo contra. Parem de usar Deus como desculpa para os seus próprios preconceitos. Você consegue acabar com eles quando assume que eles são seus e não um dogma da igreja.
    Já que eu toquei no nome de Deus acho que vou falar mais um pouco nele (que eu nem acredito que exista)... Bem, Deus deu o livre arbítrio para as pessoas, não? pelo menos é o que sempre dizem. Então porque uma garota que é lésbica e se sente bem vestindo roupas masculinas é impedida e julgada por se vestir do jeito que bem entende? Porque um carinha que se sente bem de salto tem que ficar preso ao chinelo. É a vida deles.
    Eu sou uma pessoa bem quieta, mas se olhar para mim percebe que sou gay. Não é uma coisa que eu consiga esconder (apesar de estar no armário - só falei para um amigo meu).
    Se o corpo é meu eu tenho o direito de fazer com ele o que eu quiser, não? Seria diferente se o corpo fosse de outra pessoa. Respeito é a palavra chave para tudo.